10 de Maio 2017

Nota Pública sobre as declarações do ministro Gilmar Mendes ao jornal Folha de São Paulo

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), maior entidade representativa da magistratura, vem a público discordar as declarações do ministro Gilmar Mendes, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, no sentido de que a Lava Jato faz “reféns” para obter apoio popular.

A operação Lava Jato tem passado o Brasil a limpo dentro das regras legais e constitucionais.

Incompreensível que se tente desestabilizar o próprio Judiciário, instituição que tem garantido a normalidade democrática e a apuração rigorosa dos fatos, independentemente de quem seja o acusado.

A AMB se solidariza com os magistrados agredidos injustamente e que, no exercício de suas funções, cumprem seus deveres constitucionais.

A independência da magistratura é a garantia do Estado Democrático de Direito e valor maior a ser protegido, servindo inclusive como proteção à sociedade brasileira.

Jayme de Oliveira
Presidente da AMB

Fonte: AMB

Fonte: post