29 de Janeiro 2018

Ministra Cármen Lúcia se reúne com presidentes de associações de magistrados

Na manhã desta segunda-feira (29), a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, e o Ministro João Otávio de Noronha, Corregedor Nacional da Justiça receberam o presidente da AMB, Jayme de Oliveira e todos os presidentes de associações estaduais.

A reunião, histórica, aconteceu a convite da ministra Cármem Lúcia que, desde o início de sua gestão, tem se reunido mensalmente com os presidentes de Tribunais de Justiça dos Estados, que concentram 80% da carga de trabalho nacional, com vistas a aprimorar a atividade jurisdicional.

Na reunião a ministra discorreu sobre a questão penitenciária e a Justiça criminal, e pediu o apoio dos presidentes. Todos os líderes tiveram a oportunidade de fazer uso da palavra, discorreram sobre a atividade administrativa dos Tribunais, escolas judiciais, boas práticas no Judiciário, doenças profissionais, plano de carreira, déficit de quadro funcional, segurança dos juízes entre outros assuntos.

Também foram apresentadas aos Ministros as preocupações com a carreira da magistratura, a questão previdenciária, os ataques constantes à magistratura, além da questão remuneratória.

A ministra Cármen Lúcia anotou todas as informações e se comprometeu a estudar cada uma delas, colocando-se à disposição para ouvir cada presidente em suas situações locais.

A pedido dos próprios presidentes a reunião se repetirá no mês de maio, com vistas a aprimorar cada vez mais o diálogo institucional.

Para o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, a reunião foi excelente.  “Desde o início da gestão a ministra Cármen Lúcia faz reuniões periódicas com os presidentes de Tribunais e sempre nos pareceu importante que ela também ouvisse os presidentes de associação, pois eles podem oferecer novos elementos, novas propostas, como de fato aconteceu. É melhor ainda o fato dessas reuniões se repetirem, como acontecerá”, afirmou.

Participaram do evento o presidente da AMARN Cleofas Coelho de Araújo Júnior; a presidente da Asmeto e vice-presidente de Direitos Humanos da AMB, Julianne Marques; a presidente da Amaerj e vice-presidente da entidade, Renata Gil; o presidente da Asmac, Luís Vitorio Camolez; o presidente da Almagis, Ney Costa Alcântara de Oliveira; a presidente da Amaap, Elayne da Silva Campos Cantuária; o presidente da Amab, Freddy Carvalho Pitta Lima; o presidente da ACM, Ricardo Alexandre da Silva Costa; o presidente em exercício da Amagis, Luiz Otavio Rezende de Freitas; o presidente da Amages, Ezequiel Turíbio; o residente da Asmego, Wilton Muller Salomão; o presidente da Amma, Ângelo Antônio Alencar dos Santos; o presidente da Amam, José Arimatéa Neves Costa; o presidente da Amamsul, Fernando Chemin Cury; o presidente da Amagis, Mauricio Torres Soares; o presidente da Amepa, Silvio Cesar dos Santos Maria; a presidente da Ampb, Maria Aparecida Sarmento Gadelha; o presidente da Amapar, Geraldo Dutra de Andrade Neto; presidente da Amepe, Emanuel Bonfim Carneiro Amaral Filho; o presidente da Amapi, Thiago Brandão de Almeida; o presidente da Ajuris, Gilberto Schafer; o vice-presidente da Ameron, Dalmo Antônio de Castro Bezerra; o presidente da Amarr, Cicero Renato Pereira Albuquerque; a presidente eleita da Amc, Schittler dos Santos Wandscheer;  o presidente da Apamagis, Fernando Figueiredo Bartoletti; e o presidente da Amese, Antônio Henrique de Almeida Santos. Ausente, justificadamente, o presidente da Amazon, Cássio André Borges dos Santos.

Com informações da Ascom/AMB

Fonte: post