07 de Junho 2018

Vara Criminal da Comarca de Currais Novos realiza primeiro Júri com uso de videoconferência

O Juiz Ricardo Cabral realizou na última terça-feira (5) o primeiro Júri popular do Estado em que o réu foi interrogado por videoconferência,  em tempo real, enquanto estava na sede da Justiça Federal em Rondonópolis-MT. O réu Flávio Fernandes da Silva, conhecido por “Nando” foi acusado de matar a vítima Thiago Vinicius Ferreira da Silva em 13/06/2015, por motivo fútil e sem possibilitar chance de defesa.

O caso teve repercussão nacional pois o acusado só foi preso depois que a família da vítima conseguiu que fosse divulgada uma matéria no programa Cidade Alerta da TV Record. Após a exibição da reportagem o réu foi preso em Rondonópolis e permaneceu recolhido lá até o julgamento uma vez que o Estado do RN não financiou sua transferência.

A SETIC disponibilizou o equipamento que foi instalado por um servidor da comarca e o link foi feito remotamente por Natal.  O magistrado relata que o julgamento ocorreu na Câmara Municipal de Currais Novos, pois o Fórum não dispõe de salão do júri e os servidores legislativos contribuíram para o bom andamento do julgamento. Ao final, o Conselho de Sentença condenou o acusado e a pena aplicada foi de 18 anos de reclusão em regime fechado.

Fonte: post